quarta-feira, 1 de março de 2017

Sítio arqueológico em Maragogi é interditado

Japaratinga – A Delegacia de Repressão Contra Crimes Ambientais e ao Patrimônio Histórico (Delemaph) da Polícia Federal (PF) em Alagoas instaurou inquérito para apurar a destruição do sítio arqueológico onde foram encontradas moedas do século 19, em Japaratinga, Litoral Norte do Estado. As investigações buscam identificar os autores das escavações e do comércio ilegais das relíquias. Eles serão enquadrados na lei 9.605/98 e podem responder por dano ao patrimônio histórico.
“Não só quem vendeu, mas também quem comprou as moedas pode ser responsabilizado. Por lei, são proibidos o comércio e a escavação sem a devida autorização do Iphan [Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional]”, alertou o chefe da Divisão Técnica do Iphan em Alagoas, Sandro Gama.
As moedas antigas começaram a ser encontrada na última segunda-feira pelos moradores do Alto da Torre, periferia de Japaratinga. A busca pelo tesouro seguiu durante a semana. Com pás, enxadas e outras ferramentas, eles escavavam o solo na área onde a prefeitura estava instalando uma rede de abastecimento de água. As obras foram suspensas porque 12 metros de canos foram danificados.


Por: SEVERINO CARVALHO - REPÓRTER  http://gazetaweb.globo.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário